Notícias

VÍDEO | Leda Nagle compartilha fake news sobre Lula e passa vergonha na web

A bolsonarista Leda Nagle, de 70 anos, passou vergonha nas redes sociais no fim de semana. A jornalista compartilhou uma fake news sobre um suposto plano do ex-presidente Lula (PT) em parceria com o Supremo Tribunal Federal (STF) para matar o presidente Jair Bolsonaro (sem partido).

Após repercussão negativa, Leda Nagle teve que se retratar nas redes sociais e disse que não teve tempo de “checar a informação” antes de compartilha-la.

A má fé começou no sábado, 17, em uma transmissão ao vivo pela internet para um grupo privado, na qual a jornalista leu uma mensagem atribuída ao diretor-geral da Polícia Federal, delegado Paulo Maiurino, que indicava a existência do “plano”. Assista abaixo:

No entanto, o perfil atribuído a Paulo Maiurino é falso. A própria Polícia Federal já denunciou a página.

“Acreditem ou não, mas o STF quer acabar com o presidente. Porém, eles não irão conseguir por um motivo bem forte, mais da metade das cadeiras dos urubus de capa preta receberam propina e antes que caia meu perfil novamente vou dizer para vocês, a ideia de matar Bolsonaro”, leu Leda Nagle na transmissão.

Nesta segunda-feira, 19, ela usou o Twitter para se retratar: “Lamento o ocorrido”, resumiu. A jornalista aida reclamou do vazamento do vídeo.

“Algum membro do grupo, por má fé ou porque ficou impactado pela notícia, pinçou um trecho de 2 minutos de uma live de 47 minutos e viralizou antes mesmo que eu tivesse voltado com a checagem completa da informação”, destacou em nota.

Clique para comentar

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Mais lidas

To Top